= = = Receba as novidades do PLANETA FUSCA no seu e-mail = = =

domingo, 31 de maio de 2009

Fusca Itamar 1994

Em 1986 a Volkswagen desistiu de fabricá-lo, alegando que era um modelo muito obsoleto, apesar de ser o segundo carro mais vendido daquela época, atrás apenas do Chevrolet Monza, e de muitos considerarem que tinha fôlego suficiente para permanecer mais uns bons anos no mercado.

O real fato é que a Volkswagen queria abrir espaço para a Família BX, composta por Gol, Parati, Voyage e Saveiro.

O Fusca, sempre lembrado por ser robusto, econômico e de fácil manutenção volta a ser produzido graças ao protocolo de intenções que investiu cerca de 30 milhões de reais na Autolatina, e gerou cerca de 800 empregos diretos e 24 mil indiretos, beneficiando cerca de 100 mil pessoas.

Assim 23 de agosto 1993, por sugestão do então presidente Itamar Franco a Volkswagen volta então à fabricar o modelo, com uma produção de 100 carros por dia ou 20 mil por ano e a um custo equivalente à US$ 7.200,00.

Após algum tempo de fabricação foi aprovada, então a Lei do carro popular, que previa isenções e diminuições de impostos para os carros com motor 1.0, e o Fusca e o Chevrolet Chevette L, embora tivessem motores de 1.6l foram incluídos.

O Fusca vendeu bem, mas nem tanto, e assim em 1996, a empresa deixou de produzir novamente o carro, com uma série especial denominada Série Ouro.

A partir daí, ele só seria produzido no México.

Nesse período, foram produzidos no Brasil cerca de 42.000 exemplares.

FICHA TÉCNICA

Motorização
Motor: Boxer
Litros: 1.6 L
Cilindros: 4
Cilindrada: 1.600 cc
Válvulas: 8
Cavalos: 68 cv
Torque: 12,3 Kgfm
Combustível: Gasolina
Alimentação do Combustível: Dois carburadores de corpo simples
Desempenho
Velocidade Máxima: 155 Km/h
0 - 100 km: 21 s
Câmbio
Transmissão: Manual
Marchas: 4
Tração
Traseira
Suspensão
Dianteiros: Braços semi-arrastados
Traseiros: Semi eixos-oscilantes
Freios
Dianteiros: Disco
Traseiros: Tambor
Dimensões
Peso: 980 Kg

Nenhum comentário: