= = = Receba as novidades do PLANETA FUSCA no seu e-mail = = =

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Dicas para compra de um bom Fusca ou derivados


Primeiro você terá de conferir o chassis para averiguar se não possui rachaduras e/ou trincados (principalmente no cabeçote e chapéu de Napoleão, na frente do carro, pois e um defeito cronico da linha a ar derivada do Fusca), alem de conferir a numeração que fica gravada sob o banco traseiro).

Depois, parta para o motor. Verifique se há folga na polia do motor, puxando-a para trás e para frente, a fim de detectar problemas no fixo e/ou bloco. Folga na polia pode significar rectifica de motor.

Uma boa rectifica fica em torno dos mil reais, incluindo mão-de-obra. Procure saber quantas vezes o motor foi feito (se possível), pois hoje ele pode ser estendido ate a dois milímetros (começa standard, 0,25 e por ai vai). Um bloco novo custa cerca de seiscentos reais... um motor semi novo em ferro-velho gira em torno dos mil a mil e quinhentos reais.

Quanto a suspensão verifique os amortecedores, pois um conjunto novo (dois pares) fica em torno dos duzentos reais. Faca forca para baixo em cada para-lamas. Se o carro quicar muitas vezes, significa que será necessário realizar a troca dos mesmos. Se a frente estiver muito baixa, verifique se não foram tiradas as molas para que fosse rebaixado (o que e péssimo). Melhor forma de rebaixar a suspensão dianteira e através de castanhas (uma na parte superior e outra na parte inferior da suspensão). Castanha e nada mais que uma grande porca com uma fileira de estrias por debaixo da porca, servindo de graduação para o rebaixamento.

Quanto ao volante, verifique se não há folga na direção pois uma caixa nova custa em torno dos duzentos e cinquenta reais. As vezes e possível ajuste na caixa de direção em um parafuso chamado sem fim, cujo acesso se da através do baú onde se coloca o estepe (do lado esquerdo, geralmente uma tampa plástica preta ou de metal na cor do veiculo).

No quesito freio, pise no pedal e verifique se esta borrachudo ou como uma esponja. Verifique se não ha vazamentos no sistema, cilindro mestre ou nos burrinhos das rodas, assim como nos mangotes de freio. Puxe o freio de mão e veja se prende o carro, se estiver muito alto pode ser sinal de necessidade de troca das lonas traseiras. Verifique, em caso de possuir discos dianteiros, se os mesmos não estão muito gastos, ou seja, se a borda possui um rebolo muito grande em relação ao corpo do disco, pois isto poderá significar sua troca (um par de discos fica em torno dos cento e vinte reais).

No que tange a estrutura do carro, procure dar uma volta. Verifique se o chassis esta bem fixado na carroceria, se ha rangidos de lata, ou se a carroceria se move em relação aos pedais. Isto será uma denuncia de que o cabeçote e/ou o chapéu de Napoleão estão comprometidos. Verifique ainda se os pé-de-coluna estão podres e/ou caixas de ar, pois afetam a estrutura, podendo dificultar fechamento das portas. Verifique se ha folga nos pinos de porta, pois uma porta arriada pode denunciar desgaste dos mesmos ou partes soltas como as caixas de ar.

Quanto ao estofamento e algo mais difícil, pois geralmente este e frequentemente substituído, dependendo do estado geral do carro ou do gosto pessoal do proprietário. E muito comum encontrar bancos adaptados de outros carros ou os famosos Procar, por serem reclináveis (geralmente encapados em courvin). O mesmo em relação ao volante, muito comum ser substituído por menores e, dependendo da época, podem ser de madeira.

Quanto ao painel, segue-se a mesma linha, incluindo também substituição dos mostradores e/ou acrescentando-se outros, assim como radio e outros acessórios, como a manopla de cambio, que pode ser ate encurtada (serrada).

No quesito carroceria, verifique se possui muita massa plástica (plastic). O que denuncia excesso de massa são os detalhes de vinco do carro, principalmente o da frente do carro entre a coluna, para-lamas e capô que após algumas repinturas desaparecem ou são forcadas, assim como todas as calhas. Verifique também o cofre do motor, saia traseira e lateral interna, pois qualquer detalhe denuncia colisão ou sua troca por qualquer outro motivo, o que também vale para o baú dianteiro, que é geralmente substituído e emendando na altura do tanque de combustível (facilmente perceptível pelas bordas onde e deita o capô e/ou laterais interna e/ou externa).

Em relação a documentação, procure verificar através do RENAVAM se não ha multas, assim como o valor do IPVA (se acaso tenha mais de quinze anos, será isento, restando Tao somente as taxas obrigatórias, tal como a de vistoria e seguro obrigatório, valendo também lembrar que terá de pagar somente os dois últimos anos, pois parece que os demais são "perdoados").

No tangente a valores, o Fusca tem sido um carro bem requisitado e por isto fica realmente difícil achar uma pechincha, mas e possível ter sorte e encontrar alguém precisando fazer dinheiro rápido e desfazer-se por baixos valores... contudo a regra e que geralmente carro barato demais nao vale a pena pegar, pois sua manutenção ficara por demais dispendiosa. E preferível pagar um pouco mais por um produto mais cuidado, pois falta de manutenção gera efeito cascata, muitas vezes tornando-se impraticável face aos valores sua reparação. Para que tenha uma ideia, um carro em boa situação esta em torno dos três mil e quinhentos a quatro mil reais.
by Moacir Gomes - Rio de Janeiro

7 comentários:

Anônimo disse...

Comprei um fusca 74,me falaram q terei q trocar o assoalho do lado do motorista q nao foi trocado e tbm o tal do chapeu do napoleao,,mas acho q e a parte de cima pq esta trincada ..ou meio engerrujada gastarei mto???
aguardo reposta
jpsbruno@hotmail.com

Anônimo disse...

Onde posso encontrar um bloco NOVO para um motor 1600 de fusca?

Abs,
Fabio
fsantoswino@hotmail.com

William disse...

stou para comprar um fusca só qele ta com o chapeu de napoleao zuado ta segurado por dois parafusos e a supenção tbm ta ruim
quanto mais ou menos vou gastar com ele ???
aguardo reposta
atenciosamente
william
email: williamzicademais@hotmail.com

Demetrius disse...

Comprei um fusca com problemas na caixa de ar e assoalho, é um problema caro para resolver?

demetriusdefreitas@yahoo.com.br

Maíra disse...

Olá adorei as dicas pois vou comprar um fusca, mas não entendo nada de carro então vcs podiam esplicar um pouco mais detalhadamente esses termos mecanicos para "leigos" como eu .Parabéns pelo blog....

Anônimo disse...

tenho um fusca 77, motor quase todo cromado e terminando de montar.banco de couro, vidro elétrico,volante do santana 4 bolas, de cor branca e o nome dele é Gianechinni,pois por onde passa chama atenção,logo postarei a foto,pois pretendo vende-lo.

Anônimo disse...

tenho um fusca 77, motor quase todo cromado e terminando de montar.banco de couro, vidro elétrico,volante do santana 4 bolas,estribo de inox,roda aro 15 do Golf ,de cor branca e o nome dele é Gianechinni,pois por onde passa chama atenção,logo postarei a foto,pois pretendo vende-lo.Qual o valor que vc acha que posso pedir por ele?
e-mail:gil_vania_gavioes@hotmail.com