terça-feira, 12 de maio de 2009

Multa no radar por falta de inspeção veicular em São Paulo

Só faltava essa, agora que não fez a inspeção veicular no Estado de São Paulo vai pagar uma multa de R$ 550,00.

Radares foram preparados para ler a placa do seu carro e cruzar com um banco de dados de veículos que já estão em dia com a inspeção e se sua placa não estiver lá, o sistema emite automaticamente uma multa e envia para sua casa.

Este mês já começam sair as primeiras multas pelos radares que tem a capacidade de conferir diariamente 6 mil placas. O início é com as placas de final 1.

Segundo dados do departamento de trânsito, só com final um, são 22 mil carros e 43 mil motos que perderam o prazo da inspeção que venceu dia 30 de abril de 2009.

É arroxo de todo lado, multas, impostos, pedagio, ipva, seguro obrigatório e mais uns trocentos impostos e agora esta tal de inspeção obrigatória nos carros.

Se correr o bicho pega e se parar o bicho come.

9 comentários:

japa disse...

sera q o fusca passa na inspeção ???

Anônimo disse...

Fui hj passar na inspeção com meu fusca 1974, e como eu já esperava ele reprovou por excesso de co2..... meu fusca é todo original, motor feito a 2 anos ( uso só fim de semana ).
Ainda tive que ouvir do cara q " deu excesso mas q o motor tá bom " pra eu procurar um bom mecanico....... palhaçada, querem fazer virar sucata, esse pais é lastimável...

Fred Guilhon disse...

Se seu motor tá 100% isso é sacanagem!!!

Procure seus direitos!

Não deixe por menos, vá atrás!!!!

Aqui em Fortaleza - Ce. nunca existiu isso.

Rogerio disse...

A revista Rod & Custom 14, com a matéria criticando e apontando as falhas e abusos da Inspeção Veicular, já está nas bancas! Vale a pena conferir!
http://www.streetcustoms.com.br/revistas-carros/noticias/rod-custom-14-chega-as-bancas.html

Rogerio disse...

Segundo o professor Luiz Carlos Molion, representante da América Latina na Organização Meteorológica Mundial e pós-doutor em meteorologia, as medidas para a reduzir as emissões de carbono, como aqueles advindas de controles como a Inspeção Veicular Obrigatória realizada na cidade de São Paulo, não vão produzir efeito no clima mundial. “O gás carbônico não controla o clima global”, garante. A quantidade de carbono lançada pelo homem é ínfima, é irrisória, se comparada com os fluxos naturais dos oceanos, solo e vegetação. Para a atmosfera, saem 200 bilhões de toneladas de carbono por ano. O homem só lança seis. O professor, devido ao fato do gás carbônico ser utilizado pelas plantas para fazer fossíntese, considera o mesmo como o “gás da vida”. Veja aqui a entrevista de Molin: http://www.streetcustoms.com.br/revistas-carros/noticias/reduzir-co2-expelido-pelos-carros-e-motos-nao-impede-aquecimento-global-diz-meteorologista.html


Além disso, de acordo com a Constituição brasileira, promulgada em 1988, "todos são iguais perante a lei". E eu cito:

"TÍTULO II
Dos Direitos e Garantias Fundamentais
CAPÍTULO I
DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade (...)"

Assim, não é legalmente aceitável que o dono do carro com motor de dois tempos ou
com placa preta seja dispensado da inspeção e os outros não. O princípio da igualdade é ferido. Isso, por sí só, já abre o precedente necessário para que os interessados entrem com ações na justiça contra a inspeção, ainda mais porque ela é regional e não nacional. acompanhem o desdobramento da luta contra esse embuste lendo a revista Rod & Custom!

zero disse...

Nunca mais voto no SERRA nem no KASSAB...no Serra porque ele deixou este traste que só faz a população pagar pela sua incompetencia. Tenho um fusca 73 e se quiser passar na inspeção tenho que pagar uma fortuna para mudar meu carro. Isto porque se regular conforme a fábrica não passo na inspeção é um absurdo...este é meu primeiro carro e o tenho desde que tinha 18 anos (nasci em 62) é minha vida, e agora não posso mais andar na cidade que eu nasci e vivo, é muuuuito triste

Anônimo disse...

BOM, O MOTIVO SERA DE MUITO ESCLARECIMENTO, OLHA SO UM PROPRIETARIO QUE TEM O SEU CARRO E POR MOTIVO FINANCEIROS, ESTA COM SEUS IMPOSTOS ATRASADOS E COM MUITOS ESFORÇOS ESTA TENTANDO COLOCAR EM DIA O SEU DOCUMENTOS DO SEU AUTOMOVEL EM ORDEM, AI PARA PIORAR TEM QUE PAGAR OUTRA TAXA DE R$56,00 PARA A CONTROLAR E ANTES PAGAR PARA FAZER UMA PRE-INSPEÇÃO PARA QUE POSSA CHEGAR EM PAZ ATE A CONTROLAR E PARA SER VISTORIADO E DEPOIS RECEBER ESTA INDIGNAÇÃO DE MUITOS A NOTICIA QUE ESTA REPROVADO. COMO SERA PARA ESTE CONTRIBUINTE ARRUMAR DINHEIRO PARA COLOCAR EM ORDEM, SABENDO QUE JA ESTA COM PROBLEMAS FINANCEIRO EM SEU LAR, PENSO EU QUE ESTE CONTRIBUINTE IRA COM CERTEZA PARAR DE PAGAR.
VAMOS FAZER UMA BAIXO ASSINADO E PUBLICAR NAS EMISSORAS DE TV E RADIOS E JORNAIS PARA QUE ESTE ABSURDO POSSA SER BANIDO.
MAS TEM QUE SER COM URGENCIA, URGENTISSIMO MESMO...

Anônimo disse...

Mu fusca é 66 e com final zero, fui reprovado duas vezes e agora remarquei para janeiro....como posso levar meu carro tranquilo pra inspeçao sabendo que na ida posso ser [premiado com mais de 500 reais de multa ??
Quero so ver se isso acontecer e eu entrar cpom recurso juntando meu agendamento....quero ver se este eu ganho ja que todos recursos interpostos no jari perdi !!
Abssssss.

Milton Baungartner disse...

Dei uma pesquisada na internet e notei que depois que apareceu a portaria de isenção dos veículos até 1965 o assunto inspeção x antigos deu uma boa esfriada.....só vejo post velhos. Parece que o assunto encerrou...não encerrou não! Ora, e os donos de carros antigos após 1965, como ficam? Um dono de fusca 1965 tem uma "raridade" isenta e outro, dono de um modelo 1966, tem um "vilão", um carro "lixo", poluidor fatal, que merece ser banido da sociedade? Como vai ficar a história do antigomobilismo em São Paulo daqui a alguns anos? Os carros do fim dos anos 60, das décadas de 70 e 80 terão que ser jogados no lixo, simplesmente por não poderem ser regularizados. Já que esse ano aleatório foi escolhido(1965), Deus sabe para beneficiar a quem, que ao menos ele seja atualizado ano a ano, para não prejudicar os donos de carros antigos em bom estado. Tenho penado tanto, todos os anos, para licenciar meu fusca 1969 que já estou sem paciência, pensando em vender o carro que mantenho com tanto carinho por mais de 23 anos. E sabem quanto ele andou em um ano, de 2012 a 2013? apenas 900 quilomentros. Quem polui mais? Meu carro ou um que enfrenta o trânsito todo santo dia, fazendo 5 ou 6 mil quilômetros a cada seis meses? Ora, o próprio prefeito Haddad declarou, em alto e bom som, que a Controlar é um papa-níquel, irregular até a raiz dos cabelos. É por isso que nós, donos de antigos, não devemos e não podemos ficar calados. E não penso em me filiar a clubes para obter placa preta. Não sou e ninguém deve ser obrigado a isso. Para os clubes é uma situação muito cômoda...quanto mais sócios melhor. Por isso se mantém calados, se aproveitado de uma legislaçao que, junto com a Controlar, e a prefeitura, selou os nossos destinos. No futuro, será mais fácil ver um esqueleto de dinossauro no museu do que um Corcel 1985. Estarão todos extintos. Só em fotos e na lembrança dos mais velhos.