terça-feira, 21 de julho de 2009

Fusca 1968 Rusted Live

Indiscutivelmente o Fusca é uma paixão nacional. Sejam boas ou más histórias, todos tem algo para contar a respeito do besouro da VW que conquistou o mundo. Fernando Schmidt não foge à regra quando se fala desta paixão: "Fazia tempo que estava atrás de um Fusca. Aí estava passando de moto perto da minha casa e vi ele na rua com placa de 'vende-se'. Pelo bom estado que estava não parei pois pensava que estaria muito caro, mas quando voltei ele ainda estava lá e não resisti. Parei por curiosidade e vi o que preço estava compatível com o que eu poderia pagar, mas como eu não tinha o dinheiro à vista, o namorado da minha mãe me emprestou e a partir daí foi só alegria." Alegria e muita diversão, diga-se de passagem.

Não demorou muito para que Fernando conhecesse a galera do RustedLive e posteriormente o pessoal do RatVolks que sempre surgiam com alguma dica e sugestão para tornar o belo Fusca '68 ainda mais charmoso.

Quando foi adquirido, o Fusca estava equipado com faróis "tremendão" e piscas dianteiros e traseiros laranjados, além de retrovisor estilo "raquete". Antes mesmo de fechar negócio na aquisição do Fusca, Fernando já havia adquirido faróis "olho de boi", piscas dianteiros "sorriso curto" com lente incolor e lente traseira das lanternas completamente vermelhas que foram imediatamente instaladas quando da compra do VW. Logo depois, os retrovisores foram substituidos por modelos de pino de porta.

O motor utilizado é um 1.500cc (apesar do logo 1.300 no capô) com carburação simples e, até o momento, sem alterações. "Eu sonho com um aspiradão, 1.900cc sei lá. Umas Weber ou até mesmo injeção, mas isso por enquanto é sonho. Sei que vai muito dinheiro com motor e quero estar preparado ($$$) quando for fazer.

Com algumas dicas a suspensão foi um dos primeiros ítens a serem modificados. A dianteira ganhou catraca e o eixo foi encurtado em 3cm de cada lado com as dicas do pessoal do RustedLive e RatVolks. A traseira foi rebaixada no facão, mas a dianteira fica sempre mais baixa para deixar sempre um "rake". Anteriormente Fernando estava utilizando as rodas originais com pneus 135/70-15" na dianteira e 195/60-15" na traseira, mas a pouco tempo as rodas foram substituidas por outras de época nacionais que foram montadas nos mesmos pneus. "Agora com essas rodas quero encurtar mais a suspensão, pois jogou um poco pra fora".

Internamente apenas a alavanca de câmbio foi substituida por uma BugPack em madeira. A sonorização fica por conta de um CD player instalado no porta-luvas para não descaracterizar o painel e quem comanda o par de 6x9" e o sub de 10" é um módulo Digisound de 800w. "Acabei de comprar uns bancos modelo pijaminha. Estão bem gastos mas pretendo reformá-los. Pretendo continuar com o interior bege, talvez um marrom no meio do banco e bege nos cantos, ainda não sei."

Um belo exemplar que serve de modelo para muitos que pretendem personalizar um veículo antigo, além de demonstrar que dinheiro não é tudo quando se trata de personalização. É preciso bom gosto e boas dicas de uma galera que entende e é apaixonada pelo modelo.
Fonte: rum4fun

2 comentários:

Anônimo disse...

esta muito bonito .mas as rodas nao estao combinando,ficaria melhor se estivecem com as de ferro originais e pneus finos na frente e rodas alargadas e pneus largos na traseira e calotas e faixas branca nos quatro pneus.ficaria mais bonitos eu tenho um bordo e branco todo original rebaixado com pneus finos na dianteira e rodas alargada e pneus 235/55 natraseira calotas e faixa branca nos quatro pneus

Moto Clube Bodes do Asfalto_Facção Blumenau disse...

Gosto é gosto!

Gostei das rodas; quer vender?

Joel Toledo
VW 1600 69, 4p (Zé do Caixão)